19 3526.5000
contato@acirc.com.br

História

Uma história de compromisso com Rio Claro

Com a denominação de Associação Commercial de Rio Claro, em 30 de julho de 1922 era fundada a ACIRC – Associação Commercial e Industrial de Rio Claro, trazendo como principais finalidades: a união da classe empresarial, a luta pelos seus direitos e o trabalho pelo desenvolvimento da municipalidade.

A reunião de instalação da entidade foi realizada na Sociedade Italiana, contando com a presença de grande número de empresários locais e também do delegado da Associação Comercial de São Paulo, Alberto Gentil Pedroso.
A primeira diretoria eleita foi assim construída: presidente – Humberto Cartolano, vice-presidente – Agesilau Nociti, 1º secretário – Caetano Pezzotti , 2º secretário – Felício Serafini – 1º tesoureiro – Artur Di Guglielmo e 2º tesoureiro – João Timoni. O conselho deliberativo foi formado por Luiz Macha, Antonio Joaquim Madeira, Aristides Giorgi, Joaquim Figueiredo Costa, José Pezzotti Sobrinho, João Inforzato e Ermete Nibi.
Em 22 de dezembro de 1924, a entidade adquiriu a primeira sede, na Avenida do Commercio nº49 (atual Avenida 1 nº 437, Ruas 5 e 6). Aos 15 de março de 1931, devido a uma fusão com o Centro Commercial Rio Clarense, sua nomenclatura foi alterada para Associação Commercial de Rio Claro e Centro Commercial Reunidos, sendo elaborado um novo estatuto, aprovado pelos associados e registrado em cartório em 2 de junho de 1932.
Anos mais tarde, em 11 de dezembro de 1942, a associação passou a defender os interesses da classe rural, mudando novamente sua denominação para Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Rio Claro.
A nomenclatura atual foi determinada em assembléia da entidade, aos 11 de setembro de 1957, juntamente com a aprovação de novos estatutos.

A sede atual

O prédio hoje ocupado pela ACIRC foi comprado aos 4 de outubro de 1933. Na época, a entidade necessitava de um espaço maior para a realização de suas atividades, sendo feito um levantamento de custos para a construção de um piso superior em sua sede, na Avenida 1. O orçamento chegava a 50 contos de réis.
Foi então que surgiu a oportunidade de comprar um imóvel na Rua 3 nºs 137/139, onde anteriormente funcionara a fábrica de móveis Esperança. De propriedade do casal Germano e Luba Bortz, o prédio era bem maior, possuindo dois pisos, e estava hipotecado por 50 contos de réis ao comerciante Joaquim Figueiredo Costa. Interessada na compra, a associação acabou pagando apenas 30 contos de réis pelo imóvel.

Entre as décadas de 40 e 60, a associação alugou parte de suas instalações para a PRF-2 (Rádio Clube de Rio Claro). E foi também nos anos 40 (por volta de 1943), que a municipalidade alterou a numeração dos imóveis da Rua 3, quando a ACIRC passou a ser identificada nº1.431.